Facebook Youtube
09 de Outubro, 2018

Sabor e Missão: Vem aí o Materttone 2018

Ele já está chegando aos Santuários de Schoenstatt do Brasil…A Família Schoenstattiana adotou, nos últimos anos, um novo item em sua vivência de preparação ao Natal e Advento: o Materttone – o ‘Panetone da Mãe e Rainha’.

Com a missão de ajudar as famílias a vivenciarem um Natal Santo e aprofundarem a essência do nascimento de Cristo, esse panetone une sabor, fé e vínculos na busca por uma sadia celebração do Natal. Isso porque, mais do que um alimento tradicional para o final de ano, a Família de Schoenstatt deseja que este seja um “panetone missionário”.

 

Mas, um bolo de frutas pode evangelizar? A resposta surge de outra pergunta: quando, como e porque o comemos ou o presenteamos a alguém? O Papa Francisco diz que “compartilhar a comida é um momento para o próximo. É fonte de relação. É hospitalidade. E é escutar os que te rodeiam. Comer juntos é uma ação muito evocativa e simbólica”.

Ao redor da mesa é possível aprofundar os laços, criar vínculos, ser família. É por isso que, junto com o bolo de frutas ou de gotas de chocolate, o Materttone leva, como presente, uma oração de preparação para o Natal (por isso, aproveita para saboreá-lo desde já), traz também um rito para a bênção da família e um cartão com a imagem da Mãe e Rainha.

“Roupa Nova”

Em 2018 a embalagem recebe novos desenhos e novas imagens, mas conserva o formato anterior, que remete a um presépio ou a um Santuário. A Sagrada Família, com Jesus no centro, é o grande destaque da edição.

Cada unidade também contribui com a missão da Mãe e Rainha de Schoenstatt por este imenso Brasil. Por isso, mais do que frutas cristalizadas ou gotas de chocolate, as graças do Santuário são distribuídas pedaço a pedaço.

Como adquirir?

O produto será vendido nos vários Santuários de Schoenstatt do país: clique e veja os endereços

Também é possível entrar em contato com o Shop Aliança: edicoesalianca@irmasdemaria.org.br

 

* Livro: À mesa com Papa Francisco – A comida na vida de Jorge Mario Bergoglio, por Roberto Alborghetti



Fonte: Schoenstatt.org.br


comments powered by Disqus