Facebook Youtube Instagram
22 de Outubro, 2018

Mais de 260 pessoas selam a Aliança de Amor neste final de semana

Um dia em que o céu se aproxima da terra!

Com ansiedade ela percorre o corredor e sobe os degraus do auditório. Seus olhos não escondem a emoção no momento em que segura a caneta. Nesses poucos minutos, não há palavras para descrever o que ela sente enquanto assina o próprio nome no Livro da Aliança de Amor. Ao terminar, um beijinho sobre a página expressa sua entrega à MTA.

“A Aliança é algo que eu sempre sonhei e hoje estou realizando. Assinei o meu nome, mas também a minha vida, o nome da minha família”, narra a Sra. Maria de Lourdes Fávaro, de São José dos Campos/SP. Nesse dia de grande alegria, ela conta: “Aprendi que Maria é Mãe e que temos de dar a mão para ela em todos os momentos. É assim que quero levar essa Aliança, unida a Maria nas alegrias e tristezas, porque nossa vida é cheia de altos e baixos e é ela que nos pega pela mão, nos alivia na hora do sofrimento e nos conduz pelo caminho”.

Nesse domingo, 21 de outubro, Maria de Lourdes faz parte de um grupo com 264 pessoas que entregam seu coração à Mãe e Rainha pela Aliança de Amor. São missionários e famílias da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt, de vários locais, que aproveitaram o domingo mais próximo ao dia da Aliança para se consagrar. Dessa forma, o Santuário de Atibaia/SP se torna um pedacinho do céu, com a proximidade da Mãe nesse grande pacto de amor.

Entre mãe e filha

Pessoas de todas as idades, origens e condições selam a Aliança de Amor nesse dia. Há aqueles apoiados sob uma bengala que, mesmo com dificuldade na locomoção, mantém um sorriso maior que as barreiras da idade. Há também jovens, como Ana Carolina dos Santos, de São Pedro/SP, 19 anos; assim ela descreve: “Esse é um dia bem especial, no qual me sinto mais próxima da Mãe. A Aliança me traz mais confiança”.

E ela não está sozinha. Foi por incentivo da mãe, Ana Claudia dos Santos, que surgiu o anseio de se consagrar à MTA. “Selar a Aliança juntas, como Mãe e filha, nos traz uma grande emoção. Tantas vezes na vida senti a presença da Mãe, ela me protegendo, cuidando de mim, desde que nasci. Para mim, esse é um dia de grande emoção. É um compromisso que a gente sela com a Mãe. É muito importante ter ela como Mãe e Educadora dentro do meu lar”, diz Ana Claudia.

Aos 66 anos, Aparecida de Moura, também de São Pedro/SP, traz muitas pessoas em seu coração missionário: “Junto com meu coração, quero entregar também meu filho, meu marido, meus netinhos, amigos e as famílias que sou missionária”.

 “Aprendi a amar mais”

A assessora regional da Campanha, Ir. M. Gislaine Lourenço, diz que “esse é um dia especial, porque recordamos o ‘18 de outubro de 1914’”. Ela continua: “Acredito que estar no Santuário, para esses missionários, após a preparação de um ano, selando a Aliança num dia de outubro, se torna um momento especial. Hoje, sendo a festa da Aliança [no Santuário de Atibaia], nós podemos presentear para nossa Mãe esse número de missionários que hoje sela sua Aliança de Amor, de tantos lugares do nosso Brasil, porque aqui tem várias dioceses e lugares, de longe e de perto”.

Devido ao grande número de pessoas, os grupos de cada cidade assinaram o Livro da Aliança no auditório, enquanto todos rezavam juntos e celebravam esse momento. Em seguida, uma procissão seguiu até o Santuário e lá, diante da Mãe e Rainha, cada pessoa entregou a ela seu coração, rezando a oração de consagração.

Renata Silva, de São José dos Campos, comenta que, “com a preparação à Aliança, aprendi a amar mais”. Esse é o intuito dessa consagração, que cada um possa, dia a dia, amar cada vez mais a Mãe de Deus e, com ela, ser missionário. A partir desse dia, levando a medalha da Aliança no pescoço, um novo compromisso de amor desponta na vida de cada um e o Batismo ganha novas cores, tendo a Mãe sempre bem pertinho pela vida afora.

 

Aliança de Amor - 21/10/2018

 

Também houve instituição de Santuários-Lar de mais de 55 pessoas, de cinco cidades. As fotos estão disponíveis aqui.



comments powered by Disqus