Facebook Youtube Instagram
14 de Novembro, 2018

Show, reflexões, oração: 5 mil peregrinos no Santuário

Entre canções, vivências, pedidos e agradecimentos… um dia de graças

A movimentação começou cedo no Santuário de Atibaia/SP neste domingo, 11 de novembro. Junto com o sol que nascia, os carros, ônibus e vans tomavam os estacionamentos, levando mais de 5 mil pessoas à casa da Mãe Três Vezes Admirável. Muitos chegavam pela primeira vez e, surpresos, os olhares corriam pelos jardins, pelo gramado, em cada parte. Assim inicia o dia e, ao longo do domingo, o Santuário vai se enchendo com flores, fotos, objetos, com símbolos que representam o amor e a gratidão à MTA.

A maior concentração de peregrinos pertence à Diocese de Osasco/SP, em sua romaria anual. Mas há também pessoas de bem longe, como um grupo da Diocese da Campanha/MG – cerca de 200 pessoas – que viajou em torno de seis horas para visitar a Mãe. O coordenador Adilson Carlos Pedro, da Campanha da Mãe Peregrina em Três Pontas/MG, conta: “A saudade e o desejo de estar na casa da Mãe de Deus, no Santuário Tabor da Permanente Presença do Pai, ardia no coração dos trespontanos, por isso chegamos bem cedo e, às 6h30min, adentramos ao portão que dá acesso ao Santuário”.

 

No coração da Mãe

A partir das 9h30min a programação foi aberta com uma peregrinação do Cruzeiro até o Santuário, em oração. Esse caminho conduz todos ao encontro do coração da Mãe. Para muitos, o momento mais especial é olhá-la face a face, é fixar os olhos em seu quadro e descobrir nele a acolhida e o impulso para a transformação.

Às 10h30min a bênção do Santíssimo foi presidida na Tenda dos Peregrinos, unindo os corações em Jesus. Assim, os olhares da multidão se prendem no Senhor.

 

Show mensagem: O que te faz feliz?

 

 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.

Palestra hoje no Santuário de Schoenstatt em Atibaia! Obrigado ao público presente e às irmãs do movimento da Mãe Rainha! Um domingo mágico!

Uma publicação compartilhada por Leo Chaves (@leochaves) em

 

Havia grande expectativa, entre os peregrinos, para o show-mensagem do cantor Leonardo Chaves, da dupla Victor e Leo. Às 13h30min ele saúda a multidão e começa narrando: “Eu tive uma experiência com o Santuário, com a Mãe e Rainha, muito especial, que foi um divisor de águas em minha vida. No ano de 2003 eu tive a oportunidade de conhecer o Movimento de Schoenstatt, e isso foi através de uma crise, de uma dificuldade, de um período difícil que vivemos em nossa carreira”.

Leo partilha as fases complicadas que antecederam o sucesso da dupla e recorda que o caminho para o sucesso – hoje ele é conhecido em todo país – se abriu após descobrir o Santuário de Schoenstatt. Nos contatos com a Ir. M. Hortense Müller, já falecida, ela sempre conduziu a dupla ao Santuário, para que confiassem na Mãe de Deus.

Leo continua narrando: “Ela me disse: ‘Quem ama o que faz, não desiste. Quem ama o que faz, persiste, coloca fé na frente, coloca o amor. Quem ama, faz sem esperar retorno’. Quando eu escutei esse aprendizado, essa visão da Ir. Hortense, eu mudei minha forma de encarar meu trabalho e voltei para São Paulo diferente, com um combustível interno, não dependendo mais do externo, não dependendo mais de oportunidades ou do que pudesse vir de resultados. Eu caminhava simplesmente com aquilo que eu tinha para oferecer. Eu passei a cantar para arrancar sorrisos, para emocionar as pessoas, para impactar vidas, eu passei a ter essa consciência. O que aconteceu? Em três meses, em São Paulo, nós saímos de uma situação de nenhum show por semana, e fomos para seis shows fixos, só tínhamos um dia de folga na semana”.

Em gratidão a essa história, às origens da carreira, ele oferece o seu show-mensagem no Santuário. A apresentação foi gratuita para o público, contando com a oferta generosa dos peregrinos para as melhorias no sistema de som do Santuário. A apresentação também abordou temas de motivação e músicas no decorrer do show.

 

Sobretudo, para imitar as qualidades da Mãe

 

 

O ápice desse dia foi a Santa Missa, presidida pelo Pe. Edileis Silva de Araújo, da cidade de Carapicuíba/SP. “Tantas vezes nossa família recebe a visita da Mãe, não é verdade? E hoje a gente vem aqui para fazer o caminho inverso. São os filhos que vem a este Santuário, à casa da Mãe para agradecer, para louvar, para pedir e, sobretudo, para imitar as qualidades daquela que Deus escolheu para ser a Mãe de seu filho”, diz ele na homilia.

Falando sobre a liturgia do dia, Pe. Edileis convida todos a confiarem no Senhor, a terem uma confiança sem limites. Ele também diz: “Uma vez por ano a gente vem aqui a este Santuário, a essa casa toda especial da Mãe, que nos acolhe. Viemos, sobretudo, para aprender dela as suas qualidades. Como é bonito esse Movimento. Que inspiração de Deus esse Movimento tem, ao levar a Mãe de Deus em cada casa. Nós recebemos, cada vez, essa visita carinhosa da Mãe e devemos dizer a ela: Mãe, nós estamos aqui, nós queremos ouvir a palavra de seu filho Jesus, nós precisamos do alimento que é seu filho Jesus, que se dá a nós na Santa Eucaristia”.

O canto de consagração à Mãe de Deus e a bênção final encerraram um dia repleto de vivências. “Muitos peregrinos visitaram o Santuário da Mãe e Rainha pela primeira vez e, enquanto retornávamos para os nossos lares, eles relataram e manifestaram o desejo de voltar ao Santuário muitas outras vezes, reafirmando a frase: Aqui é bom estar”, diz Adilson Carlos. Assim, para muitos, essa foi a primeira de muitas visitas ao Santuário.

 

Veja mais fotos:

 

Romaria da Dioc. de Osasco e Show mensagem do Leo Chaves

Por: Karen Bueno