Facebook Youtube Instagram
08 de Janeiro, 2019

Intenção do Papa: os jovens

Neste mês, recordando a Jornada Mundial da Juventude que se realizará no Panamá de 22 a 28 de janeiro o Papa convida a rezar pelos jovens:

OS JOVENS NA ESCOLA DE MARIA

Pelos jovens, especialmente os da América Latina, para que, seguindo o exemplo de Maria, respondam ao chamamento do Senhor para comunicar ao mundo a alegria do Evangelho.

Reflexão

Nos últimos meses, os jovens têm estado no centro da vida da Igreja. Em outubro de 2018, realizou-se em Roma o Sínodo dos Bispos sobre os jovens, a fé e o discernimento vocacional. Este Sínodo, assim como as reuniões preparatórias que o antecederam, contou com a participação de jovens de todo o mundo, incluindo-os nestes encontros, como exercício de escuta, partilha e incentivo a uma maior implicação nas linhas orientadoras da missão da Igreja, hoje. De 22 a 28 de janeiro, acontecem as Jornadas Mundiais da Juventude, no Panamá. Na sua intenção de oração para janeiro, o Papa Francisco apresenta um enfoque particular: os jovens são chamados a comunicar ao mundo a alegria do Evangelho. Esta sequência de acontecimentos deve levar-nos a pensar nas implicações deste processo, através destes três passos: participação, celebração e anúncio. É um passo notável que os jovens sejam convidados a «participar efetiva e ativamente nos lugares de corresponsabilidade das Igrejas particulares», como refere o documento final do Sínodo. Aqui se verá que caminhos se vão abrir, concretamente a nível das Igrejas locais, mas é um desafio de grande alcance. O primeiro desafio e consequência desta participação seria a celebração, ou seja, a vida em comunidade, a comunhão em Igreja entre as várias idades, sensibilidades e culturas. Com a feliz descoberta desta comunhão com Deus e com os irmãos, nasce a alegria de anunciar o Evangelho. Estas três dimensões alimentam-se mutuamente. O desafio que o Santo Padre nos coloca este mês é que os jovens, como Maria, respondam a um chamamento missionário marcado pela alegria que os carateriza. Mas não se trata de uma alegria superficial, motivada por experiências fortes e multitudinárias, como são as JMJ. É uma alegria eclesial, espiritualmente fundada na celebração e identificação com o corpo da Igreja, onde os jovens devem ser implicados. A nível das comunidades locais, o desafio é integrar a participação e a celebração, numa lógica de fraterna comunhão. O anúncio surgirá da fecundidade deste encontro.

Oração

Pai de bondade, eu Te dou graças pelo entusiasmo e alegria dos jovens. Neles encontro a capacidade de sonhar, o idealismo e a força para fazer deste mundo um lugar mais pacífico e justo. Derrama o teu Espírito Santo sobre as nossas comunidades, para que sejam lugares de encontro entre várias gerações, unidas na comunhão Contigo, celebrando a tua presença entre nós. Que o entusiasmo dos jovens seja, na tua Igreja, motivo de um novo fôlego missionário, marcado pela alegria, em particular junto daqueles que mais precisam, os mais pobres, desfavorecidos, os que perderam a esperança. Neste mês, peço-Te em particular pelos jovens que irão participar nas Jornadas Mundiais da Juventude no Panamá e pelos frutos, para a Igreja, deste grande encontro. Pai-Nosso…

Desafios

– Participar nas Jornadas Mundiais da Juventude, ou acompanhar na oração este evento, especialmente através da oração do Rosário pela Paz, promovido pelo Click To Pray. – Realizar um encontro dos responsáveis pastorais da comunidade, convidando jovens para refletirem em conjunto sobre a sua participação concreta na vida da comunidade. – Ao longo deste mês, procurar ser anunciador da alegria do Evangelho junto dos que mais precisam, nos próprios ambientes, familiares, de amizade, trabalho, etc.

Fonte: Rede Mundial de Orações pelo Papa / Imagem: Arquivo