Facebook Youtube Google Plus
07 de Março - Ano A

Marcos 12,1-12

Aleluia, aleluia, aleluia.
Jesus Cristo, a fiel testemunha, primogênito dos mortos, nos amou e do pecado nos lavou, em seu sangue derramado (Ap 1,5).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos.
Naquele tempo, 12 1 Jesus começou a falar-lhes em parábolas. "Um homem plantou uma vinha, cercou-a com uma sebe, cavou nela um lagar, edificou uma torre, arrendou-a a vinhateiros e ausentou-se daquela terra.
2 A seu tempo enviou aos vinhateiros um servo, para receber deles uma parte do produto da vinha.
3 Ora, eles prenderam-no, feriram-no e reenviaram-no de mãos vazias.
4 Enviou-lhes de novo outro servo; também este feriram na cabeça e o cobriram de afrontas.
5 O senhor enviou-lhes ainda um terceiro, mas o mataram. E enviou outros mais, dos quais feriram uns e mataram outros.
6 Restava-lhe ainda seu filho único, a quem muito amava. Enviou-o também por último a ir ter com eles, dizendo: Terão respeito a meu filho!
7 Os vinhateiros, porém, disseram uns aos outros: ´Este é o herdeiro! Vinde, matemo-lo e será nossa a herança!´
8 Agarrando-o, mataram-no e lançaram-no fora da vinha.
9 Que fará, pois, o senhor da vinha? Virá e exterminará os vinhateiros e dará a vinha a outro.
10 Nunca lestes estas palavras da Escritura: ´A pedra que os construtores rejeitaram veio a tornar-se pedra angular.
11 Isto é obra do Senhor, e ela é admirável aos nossos olhos´?"
12 Procuravam prendê-lo, mas temiam o povo; porque tinham entendido que a respeito deles dissera esta parábola. E deixando-o, retiraram-se.
Palavra da Salvação.



ComentÁrio do Evangelho

AS CHANCES PERDIDAS

Jesus experimentou a oposição cerrada por parte de uma ala do judaísmo, impermeável à sua pregação e agressiva diante de seus questionamentos. Ele interpreta esta atitude de fechamento como sinal de recusa em atender aos contínuos convites de Deus e compreende sua pregação como a última chance de conversão oferecida ao povo de Israel.
A atitude carinhosa e paciente de Deus para com seu povo é ilustrada com a atenção de um homem com sua vinha. Os cuidados iniciais de plantar, protegê-la com um fosso, colocar uma torre de vigia e entregá-la a quem pudesse fazê-la frutificar é a imagem do amor de Deus em relação a Israel. Esse foi seu povo escolhido entre tantos outros e preparado para dar os frutos queridos por Deus. O tempo de participar do fruto da vinha corresponde à longa história do povo, quando esse foi incapaz de agir conforme o projeto de Deus e se deixou contaminar pelas idolatrias e injustiças. Os contínuos enviados evocam a espera paciente de Deus de que tudo pudesse ser diferente. Que nada! Por fim, enviou seu próprio filho, Jesus, também assassinado por quem deveria ter dado ouvido à sua pregação.
A rejeição do povo escolhido às suas contínuas propostas leva Deus a entregar sua vinha a outros lavradores, de quem se podia esperar frutos. Jesus sente ser inútil continuar a dirigir-se a seu povo. É tempo de buscar quem acolha sua mensagem e a faça frutificar.

Oração
Senhor Jesus, livra-me da esterilidade e faz-me produzir os frutos de justiça e amor, no tempo devido.

(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês).

Leitura
Tobias 1,3; 2,1-8
Leitura do livro de Tobias.
1 3 Tudo aquilo, de que podia dispor, distribuía cada dia a seus irmãos de raça, que partilhavam com ele sua sorte de cativo.
2 1 Algum tempo depois, num dia de festa religiosa, foi preparado um grande banquete na casa de Tobit.
2 Ele disse então ao seu filho: "Vai buscar alguns homens piedosos de nossa tribo, para comerem conosco".
3 Ele saiu, mas logo voltou, anunciando ao pai que um dos filhos de Israel jazia degolado na praça. Tobit levantou-se imediatamente da mesa, sem nada haver comido, e foi aonde estava o cadáver.
4 Tomou-o e levou-o clandestinamente para a sua casa, a fim de sepultá-lo com cuidado depois do sol posto.
5 Tendo escondido o cadáver, começou a comer com pranto e tremor,
6 lembrando-se do oráculo que o Senhor tinha pronunciado pela boca do profeta Amós: "Vossas festas mudar-se-ão em luto e lamentações".
7 Quando o sol se pôs, ele foi e o sepultou.
8 Seus vizinhos criticavam-no unanimemente. Já uma vez ordenaram que te matassem, precisamente por isso, e mal escapaste dessa sentença de morte, recomeças a enterrar os cadáveres!
Palavra do Senhor.
Salmo 111/112
Feliz aquele que respeita o Senhor!

Feliz o homem que respeita o Senhor
e que ama com carinho a sua lei!
Sua descendência será forte sobre a terra,
abençoada a geração dos homens retos!

Haverá glória e riqueza em sua casa,
e permanece para sempre o bem que fez.
Ele é correto, generoso e compassivo,
como luz brilha nas trevas para os justos.

Feliz o homem caridoso e prestativo,
que resolve seus negócios com justiça.
Porque jamais vacilará o homem reto,
sua lembrança permanece eternamente!


comments powered by Disqus