Facebook Youtube
16 de Setembro, 2014

Uma empresa que se torna Tabor

A Mãe é a Rainha da Indústria Romanato.

Karen Bueno – A Mãe de Deus ganha um trono de graças na empresa Romanato. A indústria de segmento alimentício torna-se se um lugar de graças, onde a MTA faz sua morada. No dia 16 de agosto uma celebração eucarística presidida na fábrica, que fica em Várzea Paulista/SP, reuniu funcionários e familiares. Nessa ocasião é instituído o Santuário-Lar do trabalho, cujo ideal e missão é “Fé, Amor e União, escolhidos por Maria”.

“Vivemos num momento da história em que a secularização se faz presente em todos os ambientes, ou seja, há uma tentativa de separação de Deus da vida, seja no trabalho, seja nos ambientes públicos. É uma corrente forte, onde até os símbolos religiosos muitas vezes são proibidos. A consequência é que o homem separa Deus da vida, do trabalho, das tarefas, como se fosse possível esta separação”, diz o dono da empresa, Romulo Romanato. “O Santuário do Trabalho vem contrapor essa visão, pois o trabalho para nós não pode ser um fardo pesado, pelo contrário, deve ser um ambiente leve, acolhedor, de responsabilidade sim, mas principalmente de desenvolvimento dos nossos dons, pois Deus, através do trabalho, nos permite dar continuidade à obra da criação”.

romulo3

Santuário-Lar do trabalho instituído na empresa Romanato.

Segundo o empresário, a intenção é tornar a indústria um verdadeiro Tabor de Maria, em especial neste ano jubilar: “O Santuário do Trabalho nos remete a este encontro com o Criador, dia após dia, pois nós todos, quando saímos de casa para trabalhar, trazemos conosco muitos problemas, de todas as formas e situações. Ao chegar à empresa teremos ainda mais desafios e problemas. Entretanto, quando chegamos e temos a oportunidade de dizer um simples: ‘oi Mãe’, nosso coração já é abrasado por Ela”.

“Fé, Amor e União, escolhidos por Maria”

O casal Romulo e Marcia Romanato pertence à União de Famílias de Schoenstatt, e quer compartilhar as maravilhas de Maria com seus funcionários. Assim, a preparação para instituir o Santuário-Lar do trabalho acontece em nove encontros.

O primeiro tema foi conduzido no Santuário de Atibaia/SP, por Ir. M. Teresila Prates: “Com muita delicadeza ela apresentou o Movimento de Schoenstatt aos colaboradores, pois para muitos era a primeira visita à casa da Mãe”, lembra Romulo. Os outros temas foram desenvolvidos na própria empresa por coordenadores da Campanha da Mãe Peregrina de Schoenstatt da Diocese de Jundiaí e por casais da União de Famílias.

Em Aliança

A Romanato Alimentos atua com 80 funcionários e produz snacks e panettones. No mês de julho deste ano, 20 colaboradores da empresa selaram a Aliança de Amor com a Mãe de Deus. Há dois anos foi instituído o “terço da fábrica”, onde os funcionários são convidados a rezar o terço às 7 horas e 30 min, toda quinta-feira.

“O clima de respeito entre todos encontra eco, pois nos humaniza e ao mesmo tempo nos diviniza. Nesta preparação, os próprios colaboradores descobriram o ideal do Santuário do Trabalho. A fé, o amor e a união que almejamos só poderão ser alcançados com a intercessão de nossa boa Mãe”, conclui Romulo Romanato.



Fonte: Mãe Peregrina


comments powered by Disqus