Facebook Youtube Instagram
30 de Junho, 2020

A espiritualidade praticada em casa e sua influência para construir uma nova sociedade

Trazemos em nós valores grandiosos e elevados. Quantas vezes já nos surpreendemos conosco mesmos, ao realizarmos atos solidários, sendo capazes de amar e de nos alegrar com a vitória do próximo. Bem como atitudes que transmitem consolo e alívio. As mídias publicaram o testemunho de uma médica de Milão. Seu pronto socorro estava a tal ponto lotado de infectados pelo coronavírus, que já não havia nada a fazer por alguns deles. Mas ela permaneceu junto aos agonizantes e como ninguém dos familiares podia estar presente, ajudou com seu próprio smartphone a que os doentes pudessem ao menos despedir-se de suas famílias. Uma médica totalmente esgotada dedica-se a estes últimos atos de amor tão importantes.

No contexto atual, vincular-se aos familiares, à casa e à espiritualidade têm uma importância vital. Justamente neste tempo de crise, algumas pessoas alcançam o verdadeiro heroísmo, fazendo crescer a solidariedade na sociedade. Por exemplo, jovens ajudam pessoas idosas em risco; médicos e enfermeiros dão o melhor de si para salvar vidas. As duras exigências do tempo podem despertar o que há de melhor ou o que há de mais negativo nas pessoas.

Desse modo, diante dos desafios da atualidade, a espiritualidade ajuda a fortalecer a o ser humano, refletindo-se na dimensão psicofísica. Ademais, favorece o desenvolvimento das virtudes cristãs e o leva a permanecer confiante e buscar metas para despertar o bem comum. Nessa perspectiva, o Santuário Lar, como lugar permanente de oração em um dos recintos da casa, é um meio valioso para fortalecer a família, ressaltando o sentido individual e comunitário de existência.

Diante da pergunta sobre os benefícios da religião e a espiritualidade praticados em casa, percebe-se que há uma maior imunidade diante dos problemas que surgem para enfrentar a nova situação de dor e perda, provindos do covid-19, e chances para se reestruturar. Esses fatores levam em conta a dimensão sobrenatural do ser humano, que é intrínseca ao ser da pessoa.

Diante da prática da religião e da espiritualidade na micro comunidade familiar, é de suma importância entender o ser humano como ser integral e orgânico, que traz em seu ser toda a grandeza da dignidade de ser ‘criado a imagem e semelhança de Deus’ (conf. Gn 1,26), pela qual organicamente estão unidos o físico e o metafísico (corpo e alma). Neste aspecto, por natureza, o ser humano busca um sentido para a vida que não acaba no aquém, mas tem uma inter-relação com o além, desse modo, o Santuário Lar é uma força espiritual transformadora para a sociedade.

Por: Ir. Cassiana Maria Jänisch


Fonte: schoenstatt.org.br