Facebook Youtube Instagram
15 de Outubro, 2020

“A Mãe opera agora em mim. Ela vive em mim…”

Mensagem para o dia 15 de outubro

Neste mundo cheio de angústias e medos, Deus quis oferecer à humanidade, um homem que venceu o medo e a angústia. Viveu duas grandes guerras mundiais, viu o mundo modernizar-se rapidamente dentro de algumas décadas, viu a Igreja fazer uma das maiores reformas de sua história, durante o Concílio do Vaticano II. Atribui à Aliança de Amor com Maria, toda a fecundidade de sua vida e sua Obra.

Quando alguém perguntou ao Pe. José Kentenich o que se passou em sua vida no acontecimento de 18 de outubro de 1914, disse que experimentou interiormente, de modo profundo, como sua personalidade foi sendo assumida pela Mãe de Deus. Nesta consciência e nesta fé, ele fez tudo pela sua Obra, levado pela convicção: “A Mãe opera agora em mim. Ela vive em mim…”. Uma senhora que, com seu esposo, esteve em contato com o Fundador conta:

Quem encontrava com o Pe. Kentenich sentia-se espontaneamente atraído por ele pela maneira como acolhia as pessoas. Uma vez meu esposo me disse: ‘Sim, eu seguro uma mão do Pe. Kentenich, porque a Mãe está segurando a outra’. O Pe. Kentenich introduziu-nos tão profundamente em seu amor à Mãe de Deus que se tornou fácil rezar, sobretudo durante a Santa Missa, assim como falar com a Mãe de Deus no Santuário. Nele e por ele, a natureza e o mundo sobrenatural estavam profundamente unidos.[1]

Rezemos, pedindo a sua beatificação:

Deus, nosso Pai! Atende-nos, em nossas intenções, por intercessão do Pe. José Kentenich (pedir a graça). Realiza sinais e milagres, como testemunho de sua santidade. Concede-lhe, em breve, a honra dos altares, a fim de que muitas pessoas encontrem o caminho que conduz a ti. Por isso, te pedimos, com Maria, nossa Mãe, Rainha e Vencedora Três Vezes Admirável de Schoenstatt, por Cristo, nosso Senhor. Amém.

 

Referência:

[1] Mensagem da Aliança de Amor, 9ª edição, Sociedade Mãe e Rainha – Santa Maria/RS, pág. 66

Por: Ir. M. Floriza Okuda